sábado ,19 outubro 2019
Home / Noticias / Abril Verde alerta para saúde e segurança do trabalhador

Abril Verde alerta para saúde e segurança do trabalhador

Objetivo é prevenir acidentes de trabalho e doenças ocupacionais

Chamar a atenção da sociedade para adoção de uma cultura de prevenção de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais. Esse é o objetivo da campanha Abril Verde, movimento internacional apoiado pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

A iniciativa se mostrou necessária no país, ao longo dos anos, pois os dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) colocam o Brasil como 4º colocado no ranking mundial de acidentes fatais de trabalho. São quase quatro mil mortes, por ano, em decorrência de acidentes dessa natureza.

No Distrito Federal, de 2012 até março deste ano, foram registrados, no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), 42.708 acidentes de trabalho, o que corresponde a um evento a cada hora. Além disso, 200 mortes acidentárias foram notificadas no mesmo período no DF.

Contudo, há incongruências dessas informações com os dados apresentados pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinannet/DF) do Ministério da Saúde, que abarcam, tanto os trabalhares formais quanto os informais, e apontam um número reduzido de acidentes de trabalho. O motivo é o desconhecimento e a resistência dos profissionais em notificar esse agravo, totalizando, de 2012 até o momento, 4.723 casos no sistema do Ministério da Saúde.

“Essa incongruência mostra que há subnotificação dos dados, o que dificulta traçar um perfil de adoecimento dos trabalhadores. Quando é notificado, se consegue entender melhor as causas das doenças para, então, traçar políticas de prevenção do adoecimento nos trabalhadores. Por isso, é sempre importante registrar esse tipo de acidente”, explica a gerente do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) da Secretaria de Saúde do DF, Andresa Correia.

CEREST

O Cerest do Distrito Federal acolhe demandas relativas à saúde do trabalhador, seja presencialmente, por e-mail, via representações sindicais, pela Ouvidoria da Secretaria de Saúde, Ministério Público ou Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. A unidade fica localizada na 712/912 Sul.

Dentro do organograma da Secretaria de Saúde, o Cerest integra a Diretoria de Saúde do Trabalhador (Disat) da Subsecretaria de Vigilância à Saúde (SVS). Realiza ações de inspeção em saúde de trabalhador, atividades educativas, análises de situação e investigações de óbitos por acidentes de trabalho.

“A intenção é concentrar, anualmente, nesse período, uma série de atividades, dando-lhes mais visibilidade e manifestações de apoio à causa. Por isso, têm sido estudadas as formas”, afirma Andressa Correia.

Os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador fazem parte da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast) e dão suporte técnico às ações de promoção, prevenção, proteção e Vigilância em Saúde do Trabalhador (Visat).

HISTÓRICO

No dia 28 de abril, pessoas de todo o mundo celebram o “Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho”. A data foi instituída por iniciativas de sindicatos canadenses e escolhida em razão de um acidente que matou 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, em 1969.

No Brasil, em maio de 2005, foi promulgada a Lei n° 11.121 criando o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. O verde foi escolhido por ser a cor que representa a segurança no local de trabalho.​

*Com informações da Secretaria de Saúde

Você pode Gostar de:

Evento no Parque da Cidade, no domingo, marca início do Agosto Dourado

Atividades para reforçar importância da amamentação e do leite materno serão variadas: haverá orientações de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *