domingo ,27 Maio 2018
Home / Brasil / Política / Aécio Neves presta depoimento à Polícia Federal em Brasília

Aécio Neves presta depoimento à Polícia Federal em Brasília

Senador do PSDB foi ouvido em inquérito que apura se ele recebeu dinheiro de construtoras para beneficiar empresas na obra de usina hidrelétrica em Rondônia. Defesa nega.

O senador Aécio Neves ao chegar ao Senado, em imagem de dezembro do ano passado (Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)O senador Aécio Neves ao chegar ao Senado, em imagem de dezembro do ano passado (Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

O senador Aécio Neves ao chegar ao Senado, em imagem de dezembro do ano passado (Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

Aécio foi ouvido no inquérito que apura se ele recebeu dinheiro das construtoras Andrade Gutierrez e Odebrecht para beneficiar as empresas na construção da usina de Santo Antônio, no Rio Madeira, em Rondônia.

A defesa afirma que contribuições à campanha do senador nunca estiveram vinculadas a contrapartidas (leia nota ao final desta reportagem). Aécio responde a oito inquéritos no Supremo Tribunal Federal.

Um dos donos da Andrade Gutierrez, Sérgio Andrade, disse em depoimento à Polícia Federal que fez pagamentos milionários a Aécio Neves usando um contrato fraudulento com a empresa de um amigo do senador.

Sergio Andrade falou sobre um contrato de R$ 35 milhões. Ele disse aos investigadores que o contrato firmado em 2010 entre a construtora e uma empresa de um amigo de Aécio tinha como objetivo fazer com que esse recurso chegasse ao senador.

Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal transformou Aécio em réu por corrupção passiva e obstrução de Justiça. Ele foi denunciado pela Procuradoria Geral da República a partir das acusações feitas por delatores do grupo J&F. O senador nega as acusações.

Nota da defesa

Leia abaixo nota divulgada pela defesa do senador Aécio Neves após o depoimento à Polícia Federal.

Nota da Defesa do senador Aécio Neves

O senador Aécio Neves prestou, nesta quinta feira (26/04), todos os esclarecimentos solicitados em inquérito que investiga as obras da usina de Santo Antônio, no Estado de Rondônia. Por se tratar de empreendimento conduzido pelo governo federal à época, ao qual o senador e seu partido faziam oposição, não há nada que o vincule às investigações em andamento. Os próprios delatores afirmaram em seus depoimentos que as contribuições feitas às campanhas do PSDB e do senador nunca estiveram vinculadas a qualquer contrapartida.

Você pode Gostar de:

Mulheres de PMs seguem nas portas de batalhões no ES; governo diz que policiais não voltaram às ruas

Acordo previa que PM voltasse ao trabalho às 7h deste sábado (11). ‘Não vimos movimento …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *