domingo ,27 Maio 2018
Home / Economia / Dólar fecha em queda, a R$ 3,47, e interrompe sequência de 5 altas

Dólar fecha em queda, a R$ 3,47, e interrompe sequência de 5 altas

O dólar fechou em queda de 0,22% nesta quinta-feira (26), a R$ 3,4763. Com a baixa, a moeda interrompe cinco dias seguidos de alta, após ter batido na véspera a maior cotação em quase dois anos.

Apesar do recuo nesta quinta-feira, o dólar acumula alta de 5,24% no mês de abril.

Variação do dólar em 2018
Diferença entre o dólar turismo e o comercial, considerando valor de fechamento
em R$dólar comercialdólar turismo (sem IOF)12/124/19/112/117/122/125/130/12/27/214/219/222/227/22/37/312/315/320/323/328/33/46/411/0416/0419/0424/43,13,23,33,43,53,63,7
Fonte: Valor PRO

Na quarta-feira, a divisa fechou em alta de 0,46%, a R$ 3,4840, no maior valor desde 13 de junho de 2016, quando o dólar valia R$ 3,4862.

Educação Financeira: Quando é hora de comprar dólar?

Educação Financeira: Quando é hora de comprar dólar?

Fatores de pressão

O mercado de câmbio tem sido influenciado nos últimos dias pela alta do rendimento dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos, os chamados Treasuries. Nos últimos dias, cresceu o temor nos mercados globais de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, possa elevar os juros mais vezes neste ano diante de sinais de melhor desempenho da economia dos Estados Unidos e inflação maior.

No pregão desta quinta-feira, o dólar recuou ante o real, um reflexo do alívio nos rendimentos dos títulos do Tesouro americano com vencimento em 10 anos, que voltaram a ter remuneração abaixo de 3% ao ano. Nesta semana o rendimento dos Treasuries de 10 anos do país chegou a ir acima de 3%, nível mais alto desde o início de 2014.

“O mercado está esperando os números do Produto Interno Bruto (dos Estados Unidos), que podem reforçar as apostas de aperto de juros mais intenso neste ano”, afirmou à Reuters o superintendente da Correparti Corretora, Ricardo Gomes da Silva. Os dados serão apresentados nesta sexta-feira.

Nota de US$ 5 dólares (Foto: REUTERS/Thomas White)

Nota de US$ 5 dólares (Foto: REUTERS/Thomas White)

Cenário interno

A recente alta do dólar ante o real também ocorre em meio ao cenário político doméstico incerto por conta das eleições presidenciais de outubro.

O Banco Central vendeu todo o lote de 3,4 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, rolando US$ 2,380 bilhões do total de US$ 2,565 bilhões que vence em maio. Se mantiver esse volume diário e vendê-lo integralmente, o BC rolará o valor total dos swaps que vencem no próximo mês.Educação Financeira: Por que o dólar turismo é mais caro que o comercial?

Educação Financeira: Por que o dólar turismo é mais caro que o comercial?

Você pode Gostar de:

Seguro-desemprego tem reajuste de 6,58% e maior parcela passa a R$ 1.643,72

Benefício foi reajustado pela variação do INPC em 2016, que foi de 6,58%. Novos valores …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *