sexta-feira ,15 dezembro 2017
Home / Entretenimento / Facebook toma medidas contra notícias falsas em sua plataforma na Alemanha

Facebook toma medidas contra notícias falsas em sua plataforma na Alemanha

País terá eleições gerais este ano. “Para nós, é importante que as informações e as notícias publicadas no Facebook sejam confiáveis”, afirmou a empresa

JONATHAN NACKSTRAND/AFP

O Facebook anunciou neste domingo que introduzirá novas medidas para combater a circulação de notícias falsas em sua plataforma na Alemanha, onde serão realizaras eleições gerais neste ano.

“Para nós, é importante que as informações e as notícias publicadas no Facebook sejam confiáveis”, publicou a empresa em seu site alemão.

Políticos alemães alertaram que partidos populistas e outros países poderiam usar notícias falsas para tentar influenciar as eleições parlamentares que serão realizadas em setembro ou outubro.

A nova iniciativa terá como alvo “informações inequivocamente erradas” compartilhadas na plataforma de mídia social.

A empresa disse que implantará um sistema simples que permitirá que os usuários marquem notícias suspeitas, assim como a exibição de avisos junto a declarações identificadas como falsas por organizações independentes de verificação de fatos e o corte da receita de publicidade de sites de notícias falsos que se apresentam como organizações verdadeiras.

 

Sem promoção

As histórias marcadas com um alerta de notícias falsas não serão elegíveis para serem convertidas em um anúncio visto por outros usuários ou “promovidas” em feeds de outros usuários através do pagamento de uma taxa.

“Acreditamos que um sistema de verificação de fatos transparente e independente pode ser um instrumento poderoso para o jornalismo”, disse o Facebook.

A medida chega dias depois da empresa anunciar a criação de um “projeto de jornalismo” que visa aumentar a credibilidade das informações que circulam na sua plataforma.

A rede social líder vem sofrendo pressão por permitir que a desinformação se propague e às vezes se torne viral, com alguns críticos alegando que as notícias falsas no Facebook influenciaram a eleição presidencial dos Estados Unidos.

 

Por France-Presse

Você pode Gostar de:

Após teste em humanos, vacina contra a malária se mostra segura

Técnica de imunização utiliza os parasitas que causam a doença, mas com a ação atenuada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *